7 coisas que fizeram total diferença na minha gravidez

7 coisas que fizeram total diferença na minha gravidez

A gestação desperta grandes emoções, muitos cuidados e é claro, um mínimo de autocuidado também.

Ao gestar, acredite, (pelo menos depois dos 30) você sai procurando tudo o que vai te fazer bem e te elevar a autoestima, além de muita informação. No meu caso tentei seguir dieta indo ao nutricionista, (mas não segui rs), pesquisei infinitos cremes, me receitaram comprimidos e polivitamínicos, segui muitos perfis no Instagram de super mamães que são digitais influencers, mas para mim o que funcionou mesmo pra manter a sanidade e a minha saúde foram outras coisas que compartilho abaixo:

1) Medicamentos Naturais: Homeopatia / Florais e remédio Antroposófico: Sou avessa à remédios e comprimidos sintéticos e passei 3 meses tendo que tomar tomar altas doses de progesterona, pensa na irritação! surtei… SQN! Não, graças aos medicamentos homeopáticos e florais que me foram receitados. Tomei homeopatia para umas fases de gripe e congestão, (gripe de grávida dura muito mais do que uns diazinhos), e isso amenizou muito, tomei no final da gestação para alívio de dores também (costas, dor de cabeça e azia). Tomei também alguns florais no início e no segundo trimestre, os florais foram para ajudar no campo energético e no meu mental perturbado e mais pro final foi para aceitação e evolução nos relacionamentos, tomei também florais para queimação e azia. Já o medicamento antroposófico foi para alinhamento e assentamento energético entre a mamãe e o bebê.

Homeopatia: Dra. Leila de Morais (3234-1936) e Dr. Lister (atendem Unimed)

Florais e medicamento Antroposófico: Dra Tânia Helena Alvares (34 9 9814-8636)e pós consulta com Dra. Geisa Neuza Miranda na Casa São Lázaro. https://www.facebook.com/ciesluberlandia/

2) Aromaterapia: Descobri o poder dos Aromas no segundo trimestre de gestação, ganhei de dia das mães um difusor e 3 óleos mágicos (eu desconhecia dessa magia na prática). Usei óleo de Lavanda para dormir melhor a noite e amei o Balance para o equilíbrio das emoções. Algumas poucas vezes usei o Peppermint para ajudar com o nariz entupido (mal estar muito comum em muitas gestantes). O melhor é que este presente foi ótimo pois dá pra usar com o bebê quando ele nascer (o óleo de Lavanda relaxa e faz o bebê dormir melhor). O que fez total diferença pra mim foi adquirir um óleo realmente puro e natural (Marca DoTerra) e ter a minha consultora sempre à disposição (compre de uma amiga rs), ela me ensinou como usá-los e o momento e sintoma certo pra usar cada um deles.

Erica Vieira: 34 9119-7394

3) Drenagem linfática: Drenagem não é frescura, não é luxo, não é apenas uma massagem, É NECESSIDADE! a retenção de líquidos causa sérios danos em nossa auto estima e saúde. Iniciei as sessões de drenagem com 5 meses de gestação (quando o médico liberou), 1 x por semana. Experimentei 3 profissionais para então decidir então com quem fazer. Achei a Anna Bida que me ajudou a drenar as pernas celunitosas (nunca tive muita celulite, mas já no 4º mês não reconhecia mais as minhas pernas – esse foi meu maior foco), ela também me fez massagem nas costas em uma fase que tive bastante dor e ainda tive a sorte dela aplicar reiki em mim no final das sessões, fazer escalda pés e aplicar moxa bastão (precisei fazer no final da gestação por estar com o bebê em posição pélvica), então a recomendação é que procurem uma terapeuta holística e não uma clínica de estética, isso fez toda a diferença.

Prana terapias: Anna Bida – 34 99145-9980

4) Yoga e meditação: Não pratiquei o quanto gostaria, mesmo sendo instrutora, primeiro por questões de restrição médica (mas no início não parei de ar aulas) depois fui liberada e pratiquei dos 4 aos 7 meses. O estilo em que me encontrei e que me ajudou muito na gravidez foi a Kundalini Yoga, onde as temáticas foram maravilhosas pro meu momento de gestar, os mantras me ajudavam muito e os relaxamentos e meditação eram incríveis. Sobre meditação a dica mara foi a da doula Alessandra Araújo que me indicou o aplicativo Gentle Birth, que tem meditações guiadas criadas para todos os momento da gestação. Meditei usando o aplicativo desde que o descobri até o final da gestação. Amei e valeu o investimento, apenas R$ 20,00 e tem dezenas de meditações.

Kundalini Yoga – Levare Yoga: 34 9778-9021

Mantra pra gestação:

Aplicativo: https://www.gentlebirth.com

5) Fisioterapia pélvica: Não é só para incontinência urinária (bastante comum na gravidez) mas a fisioterapia pélvica funciona como um pilates para gestante. Tive a sorte de poder contar com um serviço de primeira e gratuito oferecido pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU. Com cerca de 25 semanas comecei a frequentar o grupo e a fazer exercícios, em sua maior parte na bola, que fortalecem a musculatura e tem como base a respiração e a contração do músculo do períneo. Após as 34 semanas eles também utilizam o Epi-no para treinamento para o parto normal e alongamento do músculo do períneo. Sou muito grata à toda equipe que me atendeu.

Fisioterapia UFU: ‎34 3213-1628

6) Cremes naturais e veganos: Natureza Materna e o hidratante da Vegah Cosméticos foram os cremes que usei na barriga durante a gestação, super naturais e com óleos, não tive sequer uma estria e o cheirinho é maravilhoso, nunca fui de usar creme e agora quero seguir usando, de tão macia e cheirosa que fica a pele, além dos benefícios, claro!

Vegah Cosmética:

Natureza Materna:

7) Grupos e rodas de gestantes: Encontre estes grupos na sua cidade, geralmente os encontros acontecem periódica e gratuitamente, com temas variados e muito esclarecedores. Amei ter ido em algumas rodas.

Flor e ser parto e cria:

Grupo bom parto:

CRPics: no SUS *serviço de excelência oferecido pelo SUS, onde recebemos reiki, fazemos meditações e somos tratados com a abordagem da medicina antroposofica. – 34 3229-7772

-> É muito importante contar com uma doula, adotar uma dieta equilibrada, fazer exercícios, usar protetor e repelente, ter o acompanhamento médico adequado, mas fazer um chá de bençãos e ter uma playlist que você goste de escutar nessa fase também é de extrema importância, não se esqueçam. 😉

AQUI VAI UM PRESENTE PRA VOCÊ: ouça a nossa playlist da gestação do Bento!

Por @lidiatostes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *